Sete assassinatos na região metropolitana

0

Sete pessoas foram assassinadas em Goiânia e em Aparecida de Goiânia entre às 19 horas de quarta-feira (20) e às 5 horas de quinta-feira (21). Roberto Wagner Martins Silva, de 34 anos, foi executado com dois tiros na cabeça, um no tórax e outro no braço direito, no Setor Faiçalville. A Polícia Civil trabalha com a tese de vingança, já que a vítima havia cumprido pena por assassinato.

Brendom Lebrande do Nascimento, de 22, foi morto com tiros na cabeça e no peito, na noite de quarta-feira, no Residencial Buena Vista. Sem antecedentes criminais, o rapaz pode ter sido morto porque descobriu quem teria roubado recentemente uma motocicleta dele.

O mecânico Wagner dos Reis, de 51 anos, matou a facadas a esposa Mariselma da Silva, na madrugada de quinta-feira, na casa deles, na Vila Abajá. O homem se enforcou depois. O casal vivia bem e deixou um casal de filhos adolescentes. O crime pode ter ocorrido durante um surto do autor.

Erlen da Silva Feitoza, de 42 anos, foi morto a facadas em um bar no Jardim Curitiba, depois de se envolver em uma briga com usuários de droga.Um homem foi morto a tiros, às 23 horas de quarta-feira, em uma feira livre no Bairro Independência, em Aparecida de Goiânia. Apesar de várias testemunhas, ninguém passou informações de como aconteceu o crime. Wendel da Silva Mendes, de 21, foi morto com vários tiros, no Setor Expansul, em Aparecida de Goiânia. Ele estava na quadra do bairro quando homens em um carro chegaram a tiraram. A polícia não divulgou o que teria motivado o crime.Um homem, ainda não identificado, foi morto a tiros, às 5 horas de quinta-feira, no Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia. O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) ainda não repassou informações sobre o caso.

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect
%d blogueiros gostam disto: